O que sabe sobre os dispositivos médicos?
Faça o nosso quiz e descubra!

Sobre o nosso quiz: O MedTech Europe Quiz é um questionário on-line que irá testar quão bem conhece o setor dos dispositivos médicos. Este teste é composto por 10 questões que visam proporcionar um melhor conhecimento do setor dos dispositivos médicos de forma atrativa. Poderá ficar a conhecer a nossa indústria de forma divertida e interativa.
Vamos começar?
 
Qual dos produtos abaixo é um dispositivo médico?


 
CORRETO!
Os dispositivos médicos são qualquer tecnologia utilizada para salvar vidas em pessoas que sofrem de uma ampla variedade de condições médicas. Nas suas diferentes formas, a tecnologia médica diagnostica, monitoriza e trata praticamente todas as doenças ou condições que nos afetam. Atualmente, existem mais de 500 mil dispositivos médicos disponíveis e todos partilham um fim comum: melhorar, prolongar e transformar a vida das pessoas.

O fio condutor comum de todas as aplicações dos dispositivos médicos é o impacto benéfico na saúde, qualidade de vida e sociedade como um todo. Os dispositivos médicos contribuem para que se viva mais e melhor e capacitar os cidadãos a contribuir para a sociedade por mais tempo. Ao fazê-lo, melhoram a qualidade dos cuidados e a eficácia, eficiência e sustentabilidade dos sistemas de saúde.

 
ERRADO!
Os dispositivos médicos são qualquer tecnologia utilizada para salvar vidas em pessoas que sofrem de uma ampla variedade de condições médicas. Nas suas diferentes formas, a tecnologia médica diagnostica, monitoriza e trata praticamente todas as doenças ou condições que nos afetam. Atualmente, existem mais de 500 mil dispositivos médicos disponíveis e todos partilham um fim comum: melhorar, prolongar e transformar a vida das pessoas. 

O fio condutor comum de todas as aplicações dos dispositivos médicos é o impacto benéfico na saúde, qualidade de vida e sociedade como um todo. Os dispositivos médicos contribuem para que se viva mais e melhor e capacitar os cidadãos a contribuir para a sociedade por mais tempo. Ao fazê-lo, melhoram a qualidade dos cuidados e a eficácia, eficiência e sustentabilidade dos sistemas de saúde.

 
Qual é o termo para descrever testes que conseguem detetar doenças, condições ou infeções?


 
CORRETO!
Os dispositivos para diagnóstico in vitro (DIV) são testes que conseguem detetar doenças, condições ou infeções. Alguns testes são utilizados em laboratório ou outros estabelecimentos profissionais de saúde e outros testes são utilizados diretamente pelos consumidores em casa. Os DIVs são encontrados em praticamente todos os estabelecimentos de saúde e em todas as fases de tratamento. Testes de gravidez, testes de glicose no sangue, testes de HIV, testes de deteção de cancro, testes de identificação do tipo de sangue são exemplos de DIVs.

 
ERRADO!
Os dispositivos para diagnóstico in vitro (DIV) são testes que conseguem detetar doenças, condições ou infeções. Alguns testes são utilizados em laboratório ou outros estabelecimentos profissionais de saúde e outros testes são utilizados diretamente pelos consumidores em casa. Os DIVs são encontrados em praticamente todos os estabelecimentos de saúde e em todas as fases de tratamento. Testes de gravidez, testes de glicose no sangue, testes de HIV, testes de deteção de cancro, testes de identificação do tipo de sangue são exemplos de DIVs.

 
Qual o país que tem o maior número de pessoas empregadas no setor dos dispositivos médicos?





 
CORRETO!

A indústria europeia de dispositivos médicos emprega mais de 650 mil pessoas. A Alemanha tem o maior número de pessoas empregadas no setor dos dispositivos médicos, enquanto o número de trabalhadores per capita neste setor é maior na Suíça e na Irlanda. Este elevado nível de empregabilidade demonstra que a indústria dos dispositivos médicos é um ator importante na economia europeia.

 
ERRADO! É a Alemanha
A indústria europeia de dispositivos médicos emprega mais de 650 mil pessoas. A Alemanha tem o maior número de pessoas empregadas no setor dos dispositivos médicos, enquanto o número de trabalhadores per capita neste setor é maior na Suíça e na Irlanda. Este elevado nível de empregabilidade demonstra que a indústria dos dispositivos médicos é um ator importante na economia europeia.

 
Os dispositivos para diagnóstico in vitro tratam os doentes diretamente.


 
ERRADO!
Os DIVs são testes não invasivos utilizados em amostras biológicas (por exemplo: sangue, urina ou tecidos) para determinar o estado da saúde de uma pessoa. Os DIVs fornecem informações valiosas sobre o estado de funcionamento do corpo. Não tratam diretamente os doentes. O seu objetivo não é ter um efeito terapêutico direto, mas sim fornecer informações valiosas sobre o estado de saúde do doente. Os DIVs são utilizados para diagnóstico, triagem, avaliação de predisposições e monitorização terapêutica de doenças. As inovações em DIVs têm sido um elemento chave na redução de custos nos sistemas de saúde, tornando o tratamento mais preciso e eficiente. Os DIVs têm um âmbito amplo, desde tecnologias sofisticadas realizadas em laboratórios clínicos até autotestes simples, como aqueles para a gravidez e a monitorização de glicose.

 
CORRETO!
Os DIVs são testes não invasivos utilizados em amostras biológicas (por exemplo: sangue, urina ou tecidos) para determinar o estado da saúde de uma pessoa. Os DIVs fornecem informações valiosas sobre o estado de funcionamento do corpo. Não tratam diretamente os doentes. O seu objetivo não é ter um efeito terapêutico direto, mas sim fornecer informações valiosas sobre o estado de saúde do doente. Os DIVs são utilizados para diagnóstico, triagem, avaliação de predisposições e monitorização terapêutica de doenças. As inovações em DIVs têm sido um elemento chave na redução de custos nos sistemas de saúde, tornando o tratamento mais preciso e eficiente. Os DIVs têm um âmbito amplo, desde tecnologias sofisticadas realizadas em laboratórios clínicos até autotestes simples, como aqueles para a gravidez e a monitorização de glicose.

 
O estetoscópio foi criado para evitar o contato com doentes do sexo feminino


 
ERRADO!
Em 1816, o Dr. Rene Theophile Laennec sentiu-se demasiado envergonhado para colocar o ouvido diretamente no peito de uma mulher, para ouvir o seu batimento cardíaco. Decidiu enrolar papel e fazer um tubo que lhe permitiu ouvir o seu coração, salvaguardando o seu pudor. Posteriormente, um pequeno instrumento em forma de sino com tubos foi criado para permitir aos médicos ouvir os batimentos cardíacos e, em meados do século XIX, foi criada a variação do estetoscópio que conhecemos hoje.

 
CORRETO!
Em 1816, o Dr. Rene Theophile Laennec sentiu-se demasiado envergonhado para colocar o ouvido diretamente no peito de uma mulher, para ouvir o seu batimento cardíaco. Decidiu enrolar papel e fazer um tubo que lhe permitiu ouvir o seu coração, salvaguardando o seu pudor. Posteriormente, um pequeno instrumento em forma de sino com tubos foi criado para permitir aos médicos ouvir os batimentos cardíacos e, em meados do século XIX, foi criada a variação do estetoscópio que conhecemos hoje.

 
Até quantos quilómetros o poder do seu coração poderia conduzir um camião?


 
CORRETO!
A cada dia, o seu coração bate aproximadamente 100.000 vezes criando energia suficiente para conduzir um caminhão durante 32 km. No entanto, a doença cardíaca é a principal causa de morte na Europa, afetando 4 milhões de pessoas por ano. Quando o seu coração salta uma batida, está em risco de ter uma paragem cardíaca súbita. Para evitar estes acontecimentos, um dispositivo pode ser implantado junto do seu coração, mantendo o ritmo cardíaco constante e dando um choque elétrico quando o  ritmo cardíaco falha. Por vezes, mesmo o coração mais forte enfraquece, já que as válvulas simplesmente falham. Há alguns anos atrás, a única maneira de corrigir um problema nas válvulas era através da cirurgia cardíaca aberta. Hoje, existe uma solução menos invasiva: através de uma pequena incisão, um cateter pode percorrer todo o caminho até ao seu coração. No final da viagem, a nova válvula é inflada para substituir a válvula defeituosa. Quando as artérias ficam estreitas ou bloqueadas, o risco de ataque cardíaco ou de AVC aumenta. Para evitar estes desfechos, um pequeno stent pode ser inserido através de um cateter e inflar a artéria exatamente onde existe o bloqueio.

 
ERRADO!
A cada dia, o seu coração bate aproximadamente 100.000 vezes criando energia suficiente para conduzir um caminhão durante 32 km. No entanto, a doença cardíaca é a principal causa de morte na Europa, afetando 4 milhões de pessoas por ano. Quando o seu coração salta uma batida, está em risco de ter uma paragem cardíaca súbita. Para evitar estes acontecimentos, um dispositivo pode ser implantado junto do seu coração, mantendo o ritmo cardíaco constante e dando um choque elétrico quando o  ritmo cardíaco falha. Por vezes, mesmo o coração mais forte enfraquece, já que as válvulas simplesmente falham. Há alguns anos atrás, a única maneira de corrigir um problema nas válvulas era através da cirurgia cardíaca aberta. Hoje, existe uma solução menos invasiva: através de uma pequena incisão, um cateter pode percorrer todo o caminho até ao seu coração. No final da viagem, a nova válvula é inflada para substituir a válvula defeituosa. Quando as artérias ficam estreitas ou bloqueadas, o risco de ataque cardíaco ou de AVC aumenta. Para evitar estes desfechos, um pequeno stent pode ser inserido através de um cateter e inflar a artéria exatamente onde existe o bloqueio.

 
Qual dos seguintes tratamentos pode ser atualmente realizado em casa?


 
CORRETO!
500.000 pessoas em toda a Europa precisam de diálise renal por motivos de insuficiência renal. Antigamente/Tradicionalmente/Anteriormente, isto significaria permanecer no hospital 3 dias por semana durante 4-5 horas por sessão. Hoje, os dispositivos médicos oferecem uma solução mais flexível. A diálise doméstica proporciona maior conveniência para o doente. 700.000 pessoas em toda a Europa vivem com um estoma, isto é, quando parte do intestino é removido e é criada  uma abertura artificial no abdómen.Para os doentes, esta possibilidade afeta significativa e positivamente o seu dia-a-dia. Hoje as novas tecnologias permitem que os doentes recuperem a independência e confiança. Sacos de ostomia são fabricados por medida, fáceis de usar, confortáveis e discretos, permitindo que pessoas com estomas vivam vidas independentes e dignas.

 
ERRADO! 
500.000 pessoas em toda a Europa precisam de diálise renal por motivos de insuficiência renal. Antigamente/Tradicionalmente/Anteriormente, isto significaria permanecer no hospital 3 dias por semana durante 4-5 horas por sessão. Hoje, os dispositivos médicos oferecem uma solução mais flexível. A diálise doméstica proporciona maior conveniência para o doente. 700.000 pessoas em toda a Europa vivem com um estoma, isto é, quando parte do intestino é removido e é criada  uma abertura artificial no abdómen.Para os doentes, esta possibilidade afeta significativa e positivamente o seu dia-a-dia. Hoje as novas tecnologias permitem que os doentes recuperem a independência e confiança. Sacos de ostomia são fabricados por medida, fáceis de usar, confortáveis e discretos, permitindo que pessoas com estomas vivam vidas independentes e dignas.

 
Qual destas doenças mata mais pessoas?


 
CORRETO!
De acordo com a IDF (Federação Internacional de Diabetes), 5 milhões de pessoas morreram de diabetes em 2015. A diabetes é uma das maiores emergências de saúde mundiais do século XXI. Todos os anos, mais pessoas vivem com esta doença,  que pode resultar em complicações drásticas. Além dos 415 milhões de adultos que atualmente são estimados terem diabetes, existem 318 milhões de adultos com intolerância à glucose, o que os coloca em alto risco de desenvolver diabetes no futuro.

 
ERRADO!
De acordo com a IDF (Federação Internacional de Diabetes), 5 milhões de pessoas morreram de diabetes em 2015. A diabetes é uma das maiores emergências de saúde mundiais do século XXI. Todos os anos, mais pessoas vivem com esta doença,  que pode resultar em complicações drásticas. Além dos 415 milhões de adultos que atualmente são estimados terem diabetes, existem 318 milhões de adultos com intolerância à glucose, o que os coloca em alto risco de desenvolver diabetes no futuro.

 
Quando foram inventadas as lentes de contacto?


 
CORRETO!
Em 1887, o soprador de vidro alemão F. E. Muller produziu a primeira cobertura de olho tolerável ao olho humano e que permitia ver através. Em 1888, o oftalmologista alemão Adolf Gaston Eugen Fick construiu e instalou as primeiras lentes de contato bem-sucedidas. Em 1949, as primeiras lentes "de córnea” foram desenvolvidas. Estas eram muito menores do que as lentes esclerais originais, pois apenas cobriam a córnea em vez de toda a superfície ocular visível e podiam ser utilizadas ​​até dezasseis horas por dia.
Hoje, os implantes intraoculares podem salvar a visão de uma pessoa que sofre de cataratas. A lente natural é substituída por uma lente artificial, restaurando completamente a visão.
Por vezes, porém, a visão não pode ser salva, porque as células sensíveis à luz nos olhos morrem ao longo do tempo. Para estas pessoas, o único modo de manterem o contato visual com o mundo é através de olhos biónicos. Através da estimulação elétrica da retina, pessoas cegas podem ver a luz novamente.

 
ERRADO!
Em 1887, o soprador de vidro alemão F. E. Muller produziu a primeira cobertura de olho tolerável ao olho humano e que permitia ver através. Em 1888, o oftalmologista alemão Adolf Gaston Eugen Fick construiu e instalou as primeiras lentes de contato bem-sucedidas. Em 1949, as primeiras lentes "de córnea” foram desenvolvidas. Estas eram muito menores do que as lentes esclerais originais, pois apenas cobriam a córnea em vez de toda a superfície ocular visível e podiam ser utilizadas ​​até dezasseis horas por dia.
Hoje, os implantes intraoculares podem salvar a visão de uma pessoa que sofre de cataratas. A lente natural é substituída por uma lente artificial, restaurando completamente a visão.
Por vezes, porém, a visão não pode ser salva, porque as células sensíveis à luz nos olhos morrem ao longo do tempo. Para estas pessoas, o único modo de manterem o contato visual com o mundo é através de olhos biónicos. Através da estimulação elétrica da retina, pessoas cegas podem ver a luz novamente.

 
Durante as nossas vidas, caminhamos o equivalente a quantas vezes a circunferênciada Terra?


 
CORRETO!

Durante as nossas vidas, passamos 20 anos em movimento, o equivalente a caminhar três vezes em redor da Terra. Considerando que o número médio diário de passos é de 6.900, que o comprimento médio de um passo é de 72 cm, que a distância média percorrida por dia é de 5 km, e que há 365 dias por ano, o comprimento médio caminhado durante um ano é de 1.823 km. Uma vez que a esperança média de vida é de 71 anos, o comprimento médio percorrido ao longo da vida é de 129.443 km. Tendo em conta que a circunferência da Terra é de 40.075 km, uma pessoa caminha em média 3,2 vezes a circunferência da Terra ao longo da sua vida.

Para cobrir distâncias tão vastas, contamos com os nossos corpos. No entanto, após anos de vida, algumas partes do nosso corpo podem desgastar-se ou mesmo partir-se. Mas hoje, as substituições modernas de anca, articulação ou joelho podem-nos fazer voltar a andar. Procedimentos eficientes podem ajudar as pessoas a recuperarem a sua agilidade física de forma mais fácil e rápida.



 
ERRADO! É três vezes.

Durante as nossas vidas, passamos 20 anos em movimento, o equivalente a caminhar três vezes em redor da Terra. Considerando que o número médio diário de passos é de 6.900, que o comprimento médio de um passo é de 72 cm, que a distância média percorrida por dia é de 5 km, e que há 365 dias por ano, o comprimento médio caminhado durante um ano é de 1.823 km. Uma vez que a esperança média de vida é de 71 anos, o comprimento médio percorrido ao longo da vida é de 129.443 km. Tendo em conta que a circunferência da Terra é de 40.075 km, uma pessoa caminha em média 3,2 vezes a circunferência da Terra ao longo da sua vida.

Para cobrir distâncias tão vastas, contamos com os nossos corpos. No entanto, após anos de vida, algumas partes do nosso corpo podem desgastar-se ou mesmo partir-se. Mas hoje, as substituições modernas de anca, articulação ou joelho podem-nos fazer voltar a andar. Procedimentos eficientes podem ajudar as pessoas a recuperarem a sua agilidade física de forma mais fácil e rápida.



 
Qual é o meu resultado?

Obrigado pela sua participação!
O seu resultado foi de{{var_score}}/10 pontos


Outra vez Clique ENTER